Páginas

quarta-feira, 23 de maio de 2012

CORPOS DECAPITADOS SÃO ENCONTRADOS EM PLANTAÇÃO EM SC




Um dos trabalhos da Polícia Civil de Lebon Régis no começo desta semana é desvendar a identidade de dois corpos encontrados no interior de uma fazenda de pinus, em Lebon Régis e apurar as circunstâncias do crime. As vítimas, dois homens que aparentam ter entre 30 e 35 anos, estavam sem as cabeças, encontradas cerca de 40 metros do local, por volta de 20h de segunda-feira. 
    Próximo aos corpos haviam também duas ovelhas mortas. A hipótese levantada pela Polícia é que os animais possam ter sido usados para despistar o cheiro dos corpos humanos, que estavam em avançado estado de decomposição.
    A fazenda, que fica distante cerca de 30 quilômetros do Centro de Lebon Régis, pertence a uma empresa privada que está fazendo o reflorestamento com pinus.
    Segundo os policiais, um dos corpos decapitados apresentava quatro facadas no abdômen e uma das cabeças também tinha fraturas. Os rostos estavam irreconhecíveis.
   De acordo com as primeiras informações da Polícia Civil, nenhum registro de pessoa desaparecida com características semelhantes foi localizado.


    As três hipóteses levantadas pela Polícia são de que corpos façam parte de um ritual de magia negra ou que as vítimas estivessem envolvidas com furto de animais. Uma outra linha investigada é que os corpos tenham sido jogados ali depois de serem mortos.
    Os corpos foram recolhidos ainda na noite de segunda-feira por técnicos do Instituto Geral de Perícia (IGP), que levaram os cadáveres para o Instituto Médico Legal (IML) de Caçador, cidade vizinha a Lebon Régis.
    Os corpos estavam a aproximadamente quarenta metros da estrada, cobertos com galhos, já as cabeças estavam a cerca de dez metros do local. Ambos estavam de cuecas, calças abaixadas e camisas levantadas.

    Os corpos estavam em estado avançado de decomposição, pois se estima que estavam no local há aproximadamente 20 dias.
Funcionários da empresa Fischer, encontraram em uma plantação de pinus, na Fazenda Vista Alegre, pertencente à empresa, os corpos de dois homens decapitados. Um deles tinha um jaleco com o nome de uma lanchonete.
O que chamou a atenção dos policiais foi o fato de que no local encontravam-se, também, duas ovelhas igualmente decapitadas. 


Com informações do Diário Catarienense
Blog da Força Tática 

Nenhum comentário:

Postar um comentário